» Bento XVI renuncia, Francisco I assume - e agora?

Bento XVI renuncia - e agora?

Pontificado curto cumpre a profecia de Apocalipse 17.

A impressa anunciou que Bento XVI foi o sétimo chefe de estado do Vaticano. Seu curto pontificado, que finaliza após sete anos e dez meses, cumpre a predição de Apocalipse, capítulo 17. Falando sobre o sétimo rei do Vaticano, ela diz: “quando vier, convém que dure pouco tempo” (Apoc. 17:10).

O notícia da renúncia do papa põe muitos em estado de alerta. Isto porque Apocalipse 17:11 diz: “a besta... é... o oitavo”. Assim, muitos se questionam: “e agora?”. “Veremos a besta nos próximos dias?”. A resposta precisa pode ser encontrada pelo estudo profundo da Bíblia. Um estudo da profecia mostra que não devemos nos deixar levar por uma excitação fanática. Deus não quer que o sirvamos por medo ou motivados pela excitação, mas por amor. O verso 12 diz: “os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão o poder como reis por uma hora, juntamente com a besta”. Cremos que estes serão os dez reis da “Nova Ordem Mundial”, um sistema de governo global no qual o mundo será dividido em dez regiões político-econômicas denominadas “reinos”. Este sistema foi proposto pelo Clube de Roma na década de 70, e atualmente está em processo de formação. A união européia, seguida pelos demais blocos - Mercosul e outros, são instrumentos neste processo. Mas, política a parte, o que nos interessa no estudo da profecia é o fato de que os reis da Nova Ordem Mundial ainda não surgiram. A profecia diz que surgirão “dez reis” e eles reinarão “juntamente com a besta”. Ou seja, enquanto os dez reis não aparecerem, a besta não reinará sobre a terra. O processo de consolidação deste grande sistema de governo global, em condições normais, leva anos. Por isso, se o ritmo atual dos acontecimentos continuar o mesmo, esperaremos ainda alguns anos para ver o aparecimento da besta.

Entendendo o que nos aguarda, podemos antever algumas provas pelas quais os crentes na profecia de Apocalipse 17 passarão. Hoje, ao verem que as palavras “convém que dure pouco tempo” foram cumpridas em Bento XVI, muitos certamente serão despertados. Mas o passar de meses e anos sem que a besta apareça poderá levar muitos a lançar descrédito sobre a mensagem da profecia. E isso estará em perfeita harmonia com a forma de Deus conduzir as coisas. A história bíblica demonstra que Ele usa a demora para deixar que os homens revelem o que está em seus corações. Retratando a condição da igreja no tempo da Sua segunda vinda, Jesus falou, em parábola: “e, tardando o esposo, tosquenejaram todas e adormeceram” Mat. 25:5. E também advertiu: “porém, se aquele mau servo disser consigo: O meu senhor tarde virá... virá o senhor daquele servo no dia em que o não espera e à hora em que ele não sabe, e separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes” Mat. 24:48-51.


Cremos que a mesma coisa, e para o mesmo propósito, ocorrerá agora. A história das virgens que esperavam o noivo está como exemplo diante de nós. A demora no cumprimento do restante da profecia levará o povo crente a dormir. Muitos, quando despertados por um acontecimento extraordinário, fazem novos propósitos com Deus, acompanhados de confissões superficiais. Contudo, ao passarem-se os meses e as coisas se acalmarem, voltam à vida anterior, desonrando a Deus por sua má conduta. O tempo revela que eles não tinham uma ligação vital com Cristo. Enquanto isso, os crentes verdadeiros continuam buscando a Cristo e desenvolvem uma relação profunda com Ele. Esses estarão preparados para o tempo do fim. Serão como as virgens prudentes da parábola de Cristo, as quais acumularam óleo por meio do estudo diário da Bíblia e oração. Os demais, naufragarão na fé. Cairão no abismo da incredulidade.

Resumindo: esperamos que haja um tempo de tardança, demora, entre a renúncia de Bento XVI e a chegada do próximo papa. Mas temos o conselho da Bíblia: “escreve a visão... porque a visão é para tempo determinado, e até ao fim falará, e não mentirá; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará... mas o justo, pela sua fé, viverá” Habacuque 2:2-4.

Em 2008 lançamos um livro que apresenta um estudo aprofundado da profecia dos últimos papas, intitulado: “O Oitavo”. Um capítulo inteiro dele é dedicado para explicar o “tempo de tardança”, que deve ocorrer desde a saída de Bento XVI até a chegada da besta. Ele também aborda o tema da formação Nova Ordem Mundial e outros de interesse atual do crente sincero. Este livro pode ser adquirido pela loja virtual deste site. Ou pelo telefone: 0800 634 2802; 41 3625-1155, horário comercial. Recomendamos a sua leitura para todos os desejam entender onde estamos na história profética.

Permaneçamos na fé, pois o dia do Senhor está mais próximo do que quando no princípio cremos.

Deus abençoe vocês,

Pr. Jairo Carvalho

Ministério Quarto Anjo | Advertência Final
© Todos os direitos reservados • 2014 - 2017