» Microchip na mão e na testa para 2013?

MICROCHIP na mão e na testa - para 2013?


    As profecias do último livro da Bíblia apontam um tempo no qual ninguém poderá “comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.” Apocalipse 13:17. Daí se deduz que haverá um sistema de controle de todas as transações comerciais nos últimos dias, controlado por um poder representado pela “besta”, o animal místico do Apocalipse. Portanto, o surgimento dos cartões com chip, internet e outros sistemas que facilitem o controle de todas as transações são vistos como sinais do fim dos tempos.
    O uso do “chip”, um dispositivo eletrônico implantável na mão ou na testa, que contém os dados da pessoa e substitui documentos como o RG e CPF é assunto de discussão, principalmente entre cristãos. Circulam informações de que os melhores lugares para implantar este dispositivo são a mão direita e a fronte - os mesmos lugares onde a Bíblia diz será implantada a marca da besta. Daí muitos concluírem que o chip seria a temida marca. Cabe ressaltar que nem todos acreditam assim. Um estudo aprofundado do Apocalipse mostra que o capítulo que trata do chip é essencialmente simbólico. Sendo assim, a “marca” simboliza não um dispositivo físico, mas uma condição espiritual na qual os homens se acharão após escolherem tomar parte em um sistema de religião falso. O selo, ou sinal de Deus é um dia de repouso (Ezequiel 20:12, 20; Êxodo 31:15-17). É, portanto, uma marca espiritual. A besta e sua marca são opostas a Deus. Daí entende-se que a marca da besta deve ser um dia de repouso diferente do estabelecido por Deus.
    A despeito disso, o “chip” é visto por todos como um dispositivo importante na complementação de um sistema capaz de controlar todas as pessoas. Uma vez implantado, a situação de cada pessoa poderia ser “lida” por máquinas semelhantes às atuais leitoras de cartões de crédito. Uma passada em frente à testa permitiria ao policial saber qual a ficha criminal do suspeito. Da mesma forma, o supermercado poderia debitar diretamente o valor da compra da conta bancária do cliente. E quem não tivesse o chip? Não poderia comprar nem vender.  

    Corre na internet a notícia de que o presidente Obama teria assinado a lei que estabelece o chip como obrigatório já a partir de 2013. Compartilho do desejo de que as profecias logo se cumpram, mas descobri que a notícia é, na verdade, um alarme falso. O boato surgiu com base no texto da lei número HR3200, proposta nos Estados Unidos para a câmara em 14 de julho de 2009. O texto original da lei propunha o estabelecimento de um registro de dados de produtos implantados no corpo para manutenção da vida do paciente*. Podem ser marca-passos para o coração, próteses e outros. O texto não dá a entender que se trata de um chip implantável. Nem menciona isso no contexto. Mas independente disso, a lei não passou no Congresso. Antes, foi substituída pela lei HR3962, a qual passou no Congresso, mas não se tornou lei.
    Uma lei semelhante, HR3590, passou no senado americano. Em 2010, a câmara abandonou sua proposta de lei em favor da lei proposta pelo Senado, a qual se converteu em lei, de nome: Health Care and Education Reconciliation Act of 2010. O texto completo desta lei pode ser acessado no link: 1, listado abaixo. A palavra "implantável" nem se encontra na lei. Ou seja, resumindo a história, o chip ainda não se tornou lei, e tampouco foi aprovado por Obama.
    O boato chegou até o Brasil porque alguns americanos tomaram a expressão "implantable" (implantável) e fizeram uma série de interpretações erradas a partir dela. Consideraram que a aprovação da lei HR3590, em 21 de março de 2012, era uma confirmação do texto do antigo projeto de lei número HR3200. Então, espalharam o boato de que, ao assinar esta lei, Obama tinha aprovado o chip (ver link 2). A informação foi traduzida para o português e espalhou-se pela internet brasileira (ver link 3). Mas se trata apenas de alarme falso.


    Creio que, relativo ao futuro, o Senhor deseja que nos orientemos antes pelas profecias dos profetas da Bíblia, do que pelas notícias sensacionalistas: "E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações." 2 Pedro 1:19. Podemos falar do futuro com segurança usando as profecias bíblicas. Sabemos, pela Bíblia, que vivemos nos últimos dias, pois várias de suas profecias estão se cumprindo. Cito uma delas: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.” 2 Timóteo 2:1-5. Vivemos nestes dias. Logo, não se sabe quando, a marca da besta será forçada sobre todos os que não fizerem de Jesus Cristo sua única esperança nesta vida. Enquanto o tempo não chega, somos aconselhados: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de Mim testificam” João 5:39.
    Você gostaria de estudar a fundo a Bíblia e obter a vida eterna? Junte-se a nós. Entre em contato conosco e saiba onde fica nosso local de reunião mais próximo do teu endereço - Fone: 41 3625-1155. As reuniões são aos sábados 9:00 da manhã e quartas feiras às 20:00.

Deus te abençoe,

Pr. Jairo Pablo A. de Carvalho





* texto da lei HR3200 em inglês, e sua tradução livre:
`(g)(1) The Secretary shall establish a national medical device registry (in this subsection referred to as the `registry') to facilitate analysis of postmarket safety and outcomes data on each device that--
`(A) is or has been used in or on a patient; and
`(B) is--
`(i) a class III device; or
`(ii) a class II device that is implantable, life-supporting, or life-sustaining.
Tradução livre:

A Secretaria deverá estabelecer um dispositivo national de registro médico  (nesta subseção denominado "registro") para facilitar a analise de segurança após a venda e dados de saída em cada dispositivo que (A) seja ou tenha sido usado em ou no paciente; e (B) (i) um dispositivo de classe III; ou (ii) um dispositivo de classe II que é implantável, de manutenção ou sustentação da vida.


Links:

1 -

http://en.wikipedia.org/wiki/Health_Care_and_Education_Reconciliation_Act_of_2010

2 -

http://www.dailypaul.com/215860/obamacare-and-the-rfid-chip

3 -

http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20120502122213AArLykt




Ministério Quarto Anjo | Advertência Final
© Todos os direitos reservados • 2014 - 2017